Pesquisar:







banner_yoga_pro_br

Ensinamento

O Ayurveda
Miguel Homem
09-10-2009


    Os antigos Rishis descortinaram a existência de três forças permeando a existência do Universo.

      A primeira é a força motriz, a respiração primordial ou princípio vital, chamado Prana. Primeiro surge o princípio de energia que gera movimento, velocidade, direcção, animação e motivação. Por detrás de qualquer movimento e animação existe uma vontade e por detrás dessa vontade um princípio senciente. O Prana representa por isso também o Purusha ou Brahman, a Consciência, o Ser.

      A segunda dessas forças é Jyoti, princípio de luz que é também conhecimento. Em toda a manifestação da vida existe luz, calor e um princípio inteligência e conhecimento inerentes e subjacentes. 

      A terceira força é aquela que mantém a coesão, a união das demais, o amor, PremaA sua presença revela-se na harmonia da manifestação, na interligação perfeita sem fim entre tudo e todos.

      Nos Vedas estes três princípios são simbolizados por IndraAgni e Soma respectivamente, e estão relacionados com os três grandes elementos, ar (vayu), fogo (tejas) e água (apas). 

      O Ayurveda reconhece estes três princípios presentes no ser humano, como os três doshas vata, pitta kapha, que correspondem respectivamente aos elementos ar, fogo e água. De facto, é a partir da evolução cosmogónica dos 5 elementos, terra, água, fogo, ar e espaço que nascem os três doshas.

     Dosha significa literalmente falha, aquilo que mancha ou causa declínio. De facto, segundo nos ensina este Upaveda, o desequilíbrio dos doshas é a causa da doença.

      Vata é aquilo que move e está associado aos elementos ar e espaço, Pitta é aquilo que digere, associado ao fogo e água e Kapha, aquilo que mantém junto, associado à água e terra. 

      Os principais atributos dos doshas são: 

Vata Seco Frio Leve
Pitta Quente Leve Húmido
Kapha Pesado Frio Húmido
 

     O Vatta dosha está associado à motivação, equilíbrio, alegria, orientação, adaptação, compreensão, comunicação e iniciativa. O Pitta dosha, por sua vez, associa-se à transformação metabólica, à digestão mental, à capacidade de perceber a realidade e entendê-la como ela é, à coragem. Já o Kapha dosha associa-se ao vigor, sustento do tecido corporal, aquilo que dá suporte emocional, ao amor, à compaixão, à modéstia, à paciência e ao perdão.

      FisicamenteVatas são leves, magros e têm o corpo flexível; tendem a ser muito altos ou muito baixos, com a pele seca, veias e músculos proeminentes e má circulação, com as mãos e pés frios. Pitta tem normalmente estatura e desenvolvimento muscular médio, tendem à perder precocemente o cabelo ou a ficar grisalhos, a temperatura do corpo é superior à média, sentindo-se quase sempre quentes ao tacto; as sardas e sinais são comuns na sua pele. Já Kapha tem, regra geral, um corpo forte e saudável, com o tronco, peito e músculos bem desenvolvidos, com a estrutura óssea larga e pesada, tendem a ganhar peso e mostram dificuldade em perdê-lo, têm a pele macia e lustrosa.

      Do ponto de vista mental, Vata tende ao medo, à ansiedade, ao desprendimento, sensitivo, mas instável. Pitta tende à raiva, irritação, tendem a ser amigos fieis, mas cruéis com os inimigos. Finalmente, Kapha tende ao amor, desejo, ao romance, ao sentimentalismo e apego 

      As principais localizações dos doshas são os locais onde os desequilíbrios se fazem sentir primeiro:

    Vata – cólon (intestino grosso);

    Pitta – intestino delgado;

    Kapha – estômago e depois pulmões.

     Cada pessoa nasce com uma combinação única e específica dos três  doshas, aquilo a que se chama prakruti. Quando esse equilíbrio se perde, a saúde, estabilidade emocional e mental é também perdida. Este equilibro deve ser mantido através de um estilo de vida adequado adaptado ao dosha, à idade e estação do ano.

  Neste processo de equilíbrio dos doshas e aumento de sattva na mente que o Ayurveda proporciona, a alimentação desempenha um papel preponderante. Somos o que comemos e o que saboreamos. Eis a influência dos sabores sobre os doshas

Dosha Diminui Aumenta
Vatta Doce, ácido, salgado Amargo, adstringente, picante
Pitta Amargo, adstringente, doce Picante, ácido, salgado
Kapha Picante, amargo, adstringente Doce, salgado, ácido
 

      Existe literatura abundante sobre a alimentação ayurvédica para cada dosha. Fica no entanto, a indicação de que, atendo ao quadro acima sobre os atributos e sabores relacionados a cada dosha, a alimentação deverá nortear-se pelos seguintes princípios básicos: 

Dosha Alimentação
Vata Nutritiva com predominância dos sabores doce, ácido e salgado; Comida quente, pesada e húmida, com refeições frequentes e regulares; condimentada e cozinha de forma a facilitar a digestão. Bebidas frias devem ser evitadas
Pitta Predominância de sabor doce, amargo e adstringente com uma quantidade razoável de comida crua e sumos; Comida fesca, pesada, levemente seca, sem excesso de especiarias. A água fresca.
Kapha Dietas leves com predominância de sabor picante, amargo e adstringente. Comida quente, leve e seca preparada com especiarias picantes. Jejum. Evitar comer cedo de manhã ou tarde à noite. Evitar as bebidas frias

Os quadros apresentados foram retirados do material de apoio ao curso avançado de Yoga e Ayurveda do Prof. David Frawley.

Partilhe este artigo: 
| Mais


 

 



Desenvolvido por pontodesign  
 X