Pesquisar:







banner_yoga_pro_br

Ásana

Quem foi Astávakra,
Gonçalo Correia
26-03-2010




Pico Ruivo (ilha da Madeira)

Astavakrásana é um conhecido ásana (postura) do hatha yoga dedicado ao sábio com o mesmo nome. Menos conhecido é o facto de que ele foi perceptor espiritual do Rei Janaka de Mithila (pai de Sita), e que o Astavakra Gita, uma escritura de Advaita Vedanta expõe o diálogo entre os dois.

As oito(asta) deformações ou curvas(vakra) encontram-se nos pulsos, cotovelos, ancas e tornozelos.

Mas afinal quem foi Astávakra?

Conta-se no Mahabhárata que Kahoda, pai de Astávakra, era um homem virtuoso e dedicado, mas cometia muitos erros quando recitava os Vedas. O menino que se encontrava no útero de sua mãe Sujata, ouviu e corrigiu o pai. Kahoda, ao sentir-se insultado com tal atrevimento, amaldicoou-o e o menino nasceu deformado com "oito curvas tortuosas" que deram origem ao nome Astávakra.

Certo dia Kahoda, provocou uma disputa polémica com Vandin, um estudioso versado na ciência da argumentação do Tribunal de Mithila e a derrota lamentávelmente levou à sua morte por afogamento.

Entretanto Astávakra cresceu e com apenas doze anos de idade já era um conhecedor profundo dos Vedas e do Vedanta.

Um dia soube que o rei Janaka iria realizar um grande sacrifício (yajña), reunindo também muitos estudiosos. Astávakra deciciu então partir para Mithila juntamente com o seu tio Svetaketu. Acontece que ao dirigirem-se para o local do encontro, depararam-se com o rei e a sua comitiva. "Saiam da frente, abram alas para o rei passar!" gritaram os assistentes do rei. Mas Astávakra em vez de se afastar respondeu-lhes:" até mesmo o rei, se é realmente um homem justo, tem de deixar passar os cegos, os deformados, pessoas que transportam cargas, as mulheres e os Bráhmanas versados nos Vedas. É esta a regra imposta pelas escrituras." O rei surpreendido pelas palavras sábias. aceitou os argumentos do menino bráhmana e desviou-se declarando à sua comitiva: "É certo que fogo é fogo independentemente de ser pequeno ou grande porque em ambos existe o poder de queimar." Astávakra e Svetaketu dirigiram-se ao salão e local do sacrifício, mas o porteiro impediu-os de entrar. "Os meninos não podem entrar! Apenas os homens de idade que aprenderam os Vedas estão permitidos de entrar." disse o porteiro. O menino respondeu: "Os cabelos brancos não demonstram a maturidade da alma. O homem realmente maduro é aquele que aprendeu os Vedas e Vedangas, domina e conhece a sua essência. Estou aqui para conhecer o Pandit do Tribunal, Vandin. Peço por favor, que informe o rei Janaka do meu desejo. " Naquele momento, Janaka já ia ao seu encontro e reconheceu fácilmente o menino que tinha encontrado anteriormente. Foi então que o rei perguntou:" Sabias que o Pandit Vandin já derrotou muitos grandes sábios no passado, fazendo com que estes fossem lançados no oceano? Isso não te impede de seguir em frente nesta perigosa aventura?" Astávakra respondeu:"O eminente estudioso Vandin tornou-se arrogante e vaidoso com vitórias fáceis sobre homens de bem mas que não eram estudiosos reais. Eu vim aqui para restituir a dívida do meu pai, derrotado por rste homem, como o ouvi pela minha mãe. Não me restam dúvidas de como vencerei Vandin!" No final do debate, a Assembleia declarou por unanimidade a vitória de Astávakra e a derrota de Vandin, o Pandit do Tribunal de Mithila, que se afogou ele próprio no oceano, dirigindo-se à morada de Varuna. Após esta vitória, Astávakra foi abençoado pelo pai e as deformações desapareceram definitivamente do seu corpo. E foi assim que o espírito de Kahoda alcançou a paz e alegria.

O autor do épico nos instrui através das seguintes palavras colocadas na boca de Kahoda: "um filho não precisa ser como o pai. Um pai que é fraco fisicamente pode ter um filho muito forte e um pai ignorante pode ter um filho sábio. É errado avaliar a grandeza de um homem pela sua aparência física ou idade. As aparências externas são enganadoras." Isto também mostra que o inculto Kahoda não era desprovido de senso comum.

Tradução, resumo e adaptação do Inglês para o Português
Mais detalhes sobre Astávakra no Mahabhárata, Vanaparva cap. CXXXII-CXXXIV
www.mahabharataonline.com

Share this article: 
| More


 

 



Desenvolvido por pontodesign  
 X